quarta-feira , 17 abril 2024
Home / Destaque / Com chegada do 5G, antenas parabólicas precisam ser trocadas; veja quem tem direito ao kit gratuito

Com chegada do 5G, antenas parabólicas precisam ser trocadas; veja quem tem direito ao kit gratuito

As antenas parabólicas instaladas no Ceará devem ser trocadas para evitar interferências no sinal do 5G, previsto para chegar na segunda-feira (5 de setembro), em Fortaleza. Pessoas inscritas em programas sociais receberão o novo equipamento gratuito para a substituição.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), 879 mil famílias residentes no Estado terão direto ao aparelho digital. Na última quarta-feira, 30, a primeira família cearense já recebeu o material, no bairro Messejana, em Fortaleza.

Nos próximos 90 dias, serão distribuídos 2 mil kits da tecnologia na Capital, segundo a “Siga Antenado”, entidade que será a responsável pelo processo de migração.

A instituição não governamental e sem fins lucrativos é formada pelas operadoras vencedoras dos blocos nacionais do leilão do 5G no Brasil: Claro, Tim e Vivo.

Afinal, o que é o 5G?

É a quinta geração de telefonia e internet móvel, sucedendo a 4G. A expectativa é que a conexão e os downloads tenham velocidades mais rápidas, revolucionando com a Internet das Coisas (IoT) setores como segurança pública, telemedicina, educação à distância, cidades inteligentes, automação industrial e agrícola.

Por que é preciso trocar a antena parabólica com a chegada do 5G?

A mudança é necessária porque a nova frequência do celular poderá gerar interferências na recepção dos sinais de TV pelas antenas parabólicas, derrubando o 5G.

Quem precisa desativar a antena parabólica?

Famílias que moram em residências que utilizam a antena parabólica para receber o sinal de TV aberta precisarão trocá-la para a digital.

Antenas digitais e de TV por assinatura precisarão ser substituídas?

Não. A necessidade de substituição é apenas para a antena parabólica convencional. Aquelas antenas internas (instaladas ao lado da TV) e externas (no telhado) já têm acesso à TV Digital e não será necessário fazer nada. O mesmo vale para as antenas de TV por assinatura.

O que eu preciso fazer para trocar?

Os consumidores que utilizam a antena parabólica convencional terão de comprar a digital. Os equipamentos são vendidos em lojas varejistas físicas e online. No mercado, são comercializados kits com a parabólica digital, conversores e cabos.

Quem tem direito ao kit gratuito?

As famílias cadastradas no “CadÚnico” deverão receber kits gratuitos a serem instalados pela “Siga Antenado”. Os critérios são?

Fazer parte de algum programa social do Governo Federal (inscrito no Cadastro Único);
Possuir uma antena parabólica tradicional, como a da imagem;
Possui antena parabólica instalada e conectada à TV para assistir à programação.
Como solicitar o kit gratuito?

A entrega iniciou pelas capitais. As pessoas enquadradas nos critérios citados acima devem seguir o passo a passo:

Acesse o site do “Siga Antenado” neste link;
Insira o seu CPF;
Escolha o dia e o horário disponíveis para a instalação do kit.
Como faço para saber se estou cadastrado em algum programa social?

Acesse o site do Cadastro Único;
Preencha o formulário com seu nome completo, data de nascimento, o nome da mãe e selecione o estado e município onde mora.
Clique em “Emitir” para saber se está no cadastro ou não.
Qual a diferença da nova antena parabólica digital?

Segundo a entidade “Siga Antenado”, a mudança trará benefícios aos consumidores, pois os novos aparelhos são mais modernos e têm uma transmissão de TV digital com mais qualidade de imagem e de som.

Fonte:quixeramobimagora

Sobre Sertão Midia

Veja Também

Faustão recebe alta após 47 dias internado, mas seguirá sob orientações médicas

Após 47 dias de internação, Faustão, como é conhecido Fausto Silva, recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (12). O ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.