terça-feira , 21 maio 2024
Home / Destaque / Cristiano Ronaldo recusa oferta bilionária do Al-Hilal, da Arábia Saudita

Cristiano Ronaldo recusa oferta bilionária do Al-Hilal, da Arábia Saudita

Cristiano Ronaldo vai seguir no Manchester United. O Al-Hilal, da Arábia Saudita, fez uma proposta bilionária ao astro português: o clube ofereceu R$ 1,24 bilhão de reais por dois anos de contrato. O astro português, no entanto, recusou o convite.

Com a janela fechada em 1º de setembro, Cristiano Ronaldo seguirá no Manchester United, apesar de já ter demonstrado interesse em deixar o clube. Segundo informações divulgadas pelo canal português TVI, o Al-Hilal iria desembolsar mais R$ 162 milhões, ao clube britânico, além de outros R$ 108 milhões a empresários.

Apesar da proposta não ter sido confirmada, Yasser Almisehal, presidente da Federação de Futebol da Arábia Saudita, em entrevista ao portal The Athletic, afirmou que gostaria de ver o astro português na Liga Saudita.

Insatisfeito com a diretoria e com o fato do Manchester United não disputar a Liga dos Campeões da Europa nesta temporada, Cristiano Ronaldo tentou deixar a equipe durante a última janela de transferências, porém, colecionou uma série de negativas.

Na Espanha, onde defendeu o Real Madrid entre 2009 e 2018, o astro ouviu uma negativa de seu ex-clube e de quebra foi recusado pelo Atlético de Madrid. Questionado sobre o assunto, o presidente do clube, Enrique Cerezo, foi categórico ao negar a possibilidade da negociação.

Equipes como Bayern de Munique, Chelsea e Paris Saint-Germain também foram exemplos de clubes que fecharam suas portas para o astro, alegando como impeditivo a alta pedida salarial do atacante de 37 anos.

Fonte:diariodonordeste

Sobre Sertão Midia

Veja Também

Faustão recebe alta após 47 dias internado, mas seguirá sob orientações médicas

Após 47 dias de internação, Faustão, como é conhecido Fausto Silva, recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (12). O ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.