terça-feira , 21 maio 2024
Home / Destaque / Filha é presa por mandar matar o pai em Quixeramobim; Neto da vítima foi o executor

Filha é presa por mandar matar o pai em Quixeramobim; Neto da vítima foi o executor

Policiais efetuaram nesse domingo, 12, através da Delegacia Municipal de Quixeramobim, com apoio da Delegacia Municipal de Quixadá, três mandados de prisão contra filha, genro e neto de vítima de assassinato em Quixeramobim.

As prisões preventivas são fruto das investigações acerca da morte de um idoso, identificado por Anízio Jacinto de Sousa, de 73 anos, na zona rural do município de Quixeramobim.

Foram presos, Zineuda Bernardo de Sousa, Fábio Rodrigues de Sousa e Francisco Wilson Bernardo de Sousa, filha, genro e neto do idoso assassinado, respectivamente. Eles são os principais suspeitos de articularem a execução do homem.

As investigações da Polícia Civil apontam que a morte do idoso ocorreu por uma desavença de Zineuda com seu pai. Ela teria arquitetado a morte do pai com o esposo e o filho. A Polícia informou que foi o neto da vítima o executor.

Os três devem passar por audiência de custódia.

Sobre o crime

O crime ocorreu no dia 09 de janeiro, na zona rural, mais precisamente na estrada de acesso à localidade de Capitão Mor, no Distrito de Damião Carneiro.

Anízio trafegava em uma motocicleta, quando foi abordado por um indivíduo que o alvejou com disparos de arma de fogo. Ele morreu no local.

Fonte:quixeramobimagora

Sobre Sertão Midia

Veja Também

Faustão recebe alta após 47 dias internado, mas seguirá sob orientações médicas

Após 47 dias de internação, Faustão, como é conhecido Fausto Silva, recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (12). O ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.