sexta-feira , 24 maio 2024
Home / Destaque / Polícia indicia 14 suspeitos por participação em sequestro de médico e enfermeira no Ceará

Polícia indicia 14 suspeitos por participação em sequestro de médico e enfermeira no Ceará

O aprofundamento da investigação sobre o sequestro de um casal – um médico e uma enfermeira – em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), levou a Polícia Civil do Ceará (PC-CE) a indiciar 14 pessoas, por participação no crime. Dentre eles, apenas três suspeitos foram presos em flagrante.

A reportagem teve acesso ao Relatório Final do inquérito policial. O documento foi apresentado pela Delegacia Metropolitana de Caucaia ao Poder Judiciário, no último sábado (14). Todos os suspeitos foram indiciados pelos crimes de roubo com restrição de liberdade e associação criminosa. Se condenados pela Justiça Estadual, eles podem ser penalizados com até 22 anos de prisão.

  • Francisco Pontes Miranda Filho (preso)
  • David Regis de Lima Rabelo (preso)
  • Denilson Filomeno da Silva (preso)
  • Ozias Cruz da Silva
  • Tiago Rodrigues de Sousa
  • Patrícia de Sousa Rodrigues
  • Igor Mesquita da Silva
  • Anderson de Almeida Lima (vulgo ‘Dinhas’)
  • Antônio Erivam de Lima Felipe
  • Francisco Thiago Lima Oliveira (vulgo ‘Th’)
  • Renan de Sousa Goes (vulgo ‘Xilitão’)
  • Antônio Kelvin dos Santos Moura (vulgo ‘Pitbull’)
  • Francisco Davi de Andrade da Silva (vulgo ‘Cabelin’)
  • Henrique Darlyson Flor do Nascimento (vulgo ‘Dedin’)

Francisco Pontes, de 32 anos, David Regis, 36, e Denilson Filomeno, 25, foram presos em flagrante e tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça Estadual.

PARTICIPAÇÃO DOS INDICIADOS NO CRIME

Segundo as investigações policiais, Francisco era o caseiro da residência das vítimas, que tramou o sequestro dos patrões junto de integrantes de uma facção criminosa de origem cearense. O imóvel foi invadido e o casal rendido por suspeitos armados e encapuzados, na noite de 4 de janeiro último.

Já David e Denilson deram vazão ao dinheiro roubado do casal, R$ 23,5 mil, que foram transferidos pela enfermeira por Pix para os criminosos. A dupla – que já era monitorada pela Justiça por tornozeleira eletrônica – negou participação no sequestro e conhecimento da origem do dinheiro.

Outras quatro pessoas também teriam participado do esquema criminoso, através de transferências bancárias por Pix e saques de dinheiro em espécie: Ozias Cruz (pai de Denilson), Tiago Rodrigues, Igor Mesquita e Patrícia de Sousa (companheira de Igor).

Patrícia, que está grávida, teria ido a um supermercado sacar R$ 3 mil. Ela e o companheiro – mais um monitorado por tornozeleira eletrônica – alegaram à Polícia Civil que a mulher apenas fez um favor ao vizinho, Denilson, que estaria com o limite de saque da sua conta bancária excedido.

Os outros 7 suspeitos são apontados pela Delegacia Metropolitana de Caucaia como participantes ativos do sequestro. Eles já têm passagens pela Polícia por crimes como homicídio, tráfico de drogas, roubo, receptação.

 

“A dinâmica utilizada no crime ora investigado vem sendo cada vez mais empregada pelos criminosos atuais. Na medida em que a transferência na modalidade Pix, via de regra, permite o envio de valores elevados quase que instantaneamente, os criminosos conseguem auferir uma vantagem significativa correndo menos riscos de serem surpreendidos pelas forças policiais”, apontou o Relatório Final.

 

A Delegacia Metropolitana de Caucaia destacou que cada suspeito tinha uma “função predefinida dentro do grupo criminoso”. “Nesta nova modalidade, há um grupo responsável por fazer aseleção das vítimas. Uma vez escolhidas, entram em cena os criminosos mais violentos, especialistas em subjugar as vítimas mediante o uso de violência, as mantendo em cárcere”, detalhou.

“Eles atuam simultaneamente com outros dois grupos, aqueles especialistas em tecnologia (uso de maquinetas de cartão e domínio em transações bancárias) e os ‘laranjas’, que apenas têm suas contas bancárias usadas (espécie de aluguel) para receber as transferências dos assaltos e sacar o dinheiro”, completou.

Fonte:diariodonordeste

Sobre Sertão Midia

Veja Também

Faustão recebe alta após 47 dias internado, mas seguirá sob orientações médicas

Após 47 dias de internação, Faustão, como é conhecido Fausto Silva, recebeu alta hospitalar nesta sexta-feira (12). O ...

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.